27/06/2017

DESABAFO / DESAFIO

Re-edição

Curioso que têm achado que poderão ser vários os sonetos !
Ora vejam bem se de facto não é este que corresponde inteiramente `"minha versão" ! :)

Justificação do meu texto :

Claro que de : Luís Vaz de Camões, in "Sonetos" 

"ERROS MEUS, MÁ FORTUNA, AMOR ARDENTE"


Erros meus, má fortuna, amor ardente 
Em minha perdição se conjuraram; 
Os erros e a fortuna sobejaram, 
Que para mim bastava Amor somente. 


(Meu texto)
Só cometi erros na minha vida ! ☹…
Para mim, apenas bastava um amor bem forte, mas por força dos meus erros, verdade que também por azares, tudo se reuniu, em conluio para me derrubar ! ☹
Os erros e os azares foram demasiados, para quem apenas só queria um grande amor !!! ...


Tudo passei; mas tenho tão presente 
A grande dor das cousas que passaram, 
Que já as frequências suas me ensinaram 
A desejos deixar de ser contente. 


(Meu texto)
Passei por tanta coisa e tantas coisas me transtornaram de tal maneira, que até perdi a vontade de sorrir e ser feliz, como tantos outros !



Errei todo o discurso de meus anos; 
Dei causa a que a fortuna castigasse 
 
As minhas mal fundadas esperanças. 

(Meu texto)
Sempre erros ao longo da minha vida ! :(
 … e sinto que fui eu a causa de todo esse mau fado e me fizesse, com motivos, perder as esperanças !



De amor não vi senão breves enganos. 
Oh! Quem tanto pudesse, que fartasse 
Este meu duro génio de vinganças! 


(Meu texto)
Afinal, aquele grande amor que eu sempre esperei, foi sempre uma ilusão, um puro engano !

...........................



ADITAMENTO :

Desculpem-me, mas estive a pensar melhor e "isto" só terá piada se acertarem precisamente no soneto correspondente ao referido no texto (embora este não o refira, mas é mais uma ajuda) !

Agora, conhecido o autor e sabendo-se que é um dos seus sonetos, será muito mais fácil ! 


MUITÍSSIMO GRATO A TODOS OS QUE ESTIVERAM PRESENTES, QUER TENHAM OU NÃO ACERTADO NO SONETO, OU MESMO NO POETA, OU MESMO EM NENHUM DELES !



Para já, o soneto foi  ACERTADO por :

Elvira Carvalho,   Graça Sampaio,   ematejoca,   Janita,   Pedro Coimbra,   JU,   AvoGi,    LM,    Lis,


ACERTANTES  no autor, até agora :

redonda,   Catarina,  Manu,  Prof. Ms, João Paulo de Oliveira,  Golimix,    


Ainda não acertantes no autor  :

Ricardo Santos, papoila,
Daniela Silva, Flor de Jasmim, Portugalredecouvertes       

.....................................................


INICIAL :

SERÁ QUE ISTO TEM A VER COMIGO ?...

ENTÃO,... AFINAL,  TERÁ a ver COM QUEM ?...

net

Só cometi erros na minha vida ! ☹…

Para mim, apenas bastava um amor bem forte, mas por força dos meus erros, verdade que, também por azares, tudo se reuniu, em conluio para me derrubar ! ☹
Os erros e os azares foram demasiados, para quem apenas só queria um grande amor !!! ...

Passei por tanta coisa e tantas coisas me transtornaram de tal maneira, que até perdi a vontade de sorrir e ser feliz, como tantos outros !

Sempre erros ao longo da minha vida ! :(
 … e sinto que fui eu a causa de todo esse mau fado e me fizesse, com motivos, perder as esperanças !

Afinal, aquele grande amor que eu sempre esperei, foi sempre uma ilusão, um puro engano !



QUEM PODERIA TER SENTIDO E PASSADO POR ISTO ? ... 

TÊM  PROVAS ?...  APRESENTEM-NAS !

   
   
.

120 comentários :

  1. O deus dos poetas portugueses sentiu isso como ninguém.

    ResponderEliminar
  2. Quem cometeu muitos erros na sua vida e tinha uma alma grande como a do Luís de Camões, era um dos grandes poetas portugueses:

    MANOEL MARIA de BARBOSA du BOCAGE

    ResponderEliminar
  3. ematejoca

    CERTÍSSIMO ! ... e espero que tenha sido a teu gosto e tenhas apreciado ! :)
    Perfeita essa alusão a Bocage ! :)
    Parabéns !!! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha pátria é a LITERATURA.

      Eliminar
    2. Desta vez, era demasiado simples.

      Continuação de um fabuloso fim de semana!

      Eliminar
    3. Literatura é a minha pátria, é uma frase de certo modo patética, mas é o que eu respondo, quando me perguntam: qual é a tua pátria PORTUGAL 🏖 ou a ALEMANHA?

      Eliminar
    4. :)...Outros haverá que acharão muito difícil, Teresa ! :)

      Confesso que "esta" foi feita tendo em atenção as/os amantes de literatura universal ! :)

      Eliminar
    5. Bocage não será...

      Eliminar
    6. Claro que não, Gabi, mas o poeta em questão era o velho ego do Bocage.

      Eliminar
  4. Os escritos do grande Fernando Pessoa são sempre tão tristes, tão desanimadores que não me admiraria que fosse ele o autor deste texto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :(... Por acaso este, a que o texto insinua, não é dele, Catarina ! :( ... mas confesso que estive tentado, porque sou seu grande admirador !

      Eliminar
    2. Quando o lia pensava que ele continuava atualizado na minha adolescência. E creio que continua muitos anos mais tarde. Sempre presente, o grande Fernando Pessoa.

      Eliminar
    3. Fernando Pessoa também não...

      Eliminar
  5. Isto é um desabafo, ou um desafio? Li e fiquei num desassossego...
    será que tem a ver com o livro do mesmo nome de Bernardo Soares/Fernando Pessoa?
    Vou ver se encontro na pesquisa
    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))... É as duas coisas, Elvira ! Posso considerá-lo um "desabafo" e é também um desafio ! :))
      Como já referi acima, não é dele, nem de um dos seus heterónimos. :(
      Abraço

      Eliminar
  6. À primeira leitura, inclino-me para Fernando Pessoa, mas provas, ainda as não tenho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :(... Como poderás confirmar nas minhas respostas acima, não é, Janita ! :(

      Eliminar
  7. E não é que não encontro nada? Volto mais logo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))... Até mail logo, Elvira. :)

      Eliminar
  8. Só uma pergunta Rui, trata-se de um autor Português?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheheh... Habitualmente, salvo excepções justificadas, todos os meus desafios se baseiam em Portugal e portugueses ! :) ... Isto já é uma boa ajuda . :))

      Eliminar
  9. Pensei logo em Camões...vamos ver se há pistas nos comentários...

    ResponderEliminar
  10. Portanto para já há poucas pistas...vou aguardar um pouquinho para saber se poderei ter acertado em quem me ocorreu...e volto mais logo

    um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há realmente poucas pistas e as que há já as descartaste ! :)
      No entanto, dizes que está inclinada (será tal como a Torre de Pisa ? )... eheheh...
      Posso adiantar-te que a tua inclinação não vai originar que caias, antes pelo contrário ! ... Ocorreu-te bem e estás CERTA !!!

      Eliminar
    2. ieeeeee acertei!

      um beijinho

      Eliminar
  11. Gabi, uma pistazinha, por favor! I am your friend!!!!! : )))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou tentar deixar-te uma pequena pista Catarina - embora agora esteja a ter dificuldade em comentar, comentei tanto que agora está a exigir que eu prove que não sou um robô

      comigo, foi chegar cá e ver: erro e amor, pensei em erros meus...

      espero que assim chegues lá Catarina
      um beijinho

      Eliminar
    2. Acabei de desvendar o enigma no "O Pacto Portugues".
      Ora vamos la tentar desvendar este....
      Obrigada, Gabi!
      : ))

      Eliminar
    3. ... E por falar no desafio do Ricardo, para todos, este é um desafio similar. Um texto alterado, mantendo o sentido e que tanto poderá corresponder a um resumo de um livro como a um simples poema .

      Eliminar
  12. Tanto sofrimento pelo único pecado de desejar um grande Amor, leva-me a pensar em Camilo Castelo Branco e no seu Amor 'proibido', e punido com a prisão, por Ana Plácido...Será?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :( ... Também não, Janita :(
      Todo o outro texto se refere à mesma "coisa" ! :)
      :(

      Eliminar
    2. Rui, não estava a referir-me a nenhum romance, em especial, e sim ao escritor que referi. Mas de qualquer modo, penso que entendeste e não é, portanto, ele, O CCB.

      Eliminar
  13. Erros Meus, Má Fortuna, Amor Ardente
    Luís de Camões

    Erros meus, má Fortuna, Amor ardente
    Em minha perdição se conjuraram;
    Os erros e a Fortuna sobejaram,
    Que para mim bastava Amor somente.

    Tudo passei; mas tenho tão presente
    A grande dor das cousas que passaram,
    Que já as frequências suas me ensinaram
    A desejos deixar de ser contente.

    Errei todo o discurso de meus anos;
    Dei causa a que a Fortuna castigasse
    As minhas mal fundadas esperanças.

    De Amor não vi senão breves enganos.
    Oh! Quem tanto pudesse, que fartasse
    Este meu duro Génio de vinganças!

    Será que encontrei?

    ResponderEliminar
  14. Elvira Carvalho

    BIIINGOO !!! ... É isso mesmo, com provas e tudo ! :))

    ResponderEliminar
  15. Não me ocorreu, mas pesquisando foi muito simples.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)... Claro, Elvira. Para tudo é preciso alguma "entrega" (neste caso, em tempo e pesquisa ) ! :)

      Eliminar
  16. Pareceu-me Clarisse qualquer coisa.. adoro as frases dela
    Será?
    Kis:=}
    Velhinho amigo cá da je

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clarice Lispector ?... Não :(... Não se refere a ela ou a qualquer coisa que tenha escrito, Gi ! :(

      Eliminar
    2. Atão é o heterónimo do Pessoa, Bernardo Soares....
      O livro do desassossego que u gosto é esse género...se não for desisti...
      Kis :=}

      Eliminar
    3. Não Gi. :( ... Já tinha dito acima que não era Pessoa, nem nenhum dos seus heterónimos ! :(
      Amanhã, depois de uma noite de descanso, descobrirás ! :))
      Kiss :)

      Eliminar
    4. Saio com dignidade!
      Kis :=}

      Eliminar
  17. Cheguei agorinha mesmo aqui e vou já enviar a minha resposta. :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Gracinha ! Tu foste uma das "visadas" com este post / desafio ! :) ... Ai de ti que não tivesses palpitado ! rsrsrs

      Claro que CERTÍSSIMO !!! :))
      Só que podias ter enviado comentário normal (estão moderados) ! ... mas o que importa é que acertaste ! :)

      Eliminar
    2. Pois... nem me lembrei! Por vezes, tenho problemas com a moderação... eheheheheheh

      Beijinhos lusíadas...

      Eliminar
    3. eheheh... Agora prendi o teu comentário, porque esses beijinhos seriam denunciadores ! ehehehe

      Eliminar
    4. AS MINHAS DESCULPAS, minha querida Gracinha !
      Agora entendi o teu amuo ! ... e com muita razão !!!
      Quando for assim, alerta-me que isto são muitos comentários.
      Essa "minha falta" ficou a dever-se ao facto de teres enviado mail em vez de comentário e ao libertá-los, evidentemente que o mail não caíu aqui e ao fazer os registos dos acertos, passou-me !
      Tens toda a razão e penitencio-me por isso !!!
      O teu mail era este com a identificação do autor e do soneto !!!


      Graça Sampaio
      24/06 (há 10 dias)

      para mim
      Quem sentiu isso tudo foi Luís de Camões.

      Erros meus, má fortuna, amor ardente...

      Beijinhos lusíadas...

      Eliminar
  18. Respostas
    1. (??)... Estranho. Conheço muito bem e adoro. Não estou a ver relação, Ricardo. Será que não entendi ?... :(

      Eliminar
    2. Pensei que querias saber o autor do texto !...
      Devo-me ter confundido !

      Eliminar
    3. Sim. Este desafio é um bocadinho à imagem do teu, Ricardo. Só que em vez de uma música está em causa literatura ! :)
      Este texto é meu, mas terá a ver com alguém célebre e uma das suas "coisas" ! :)

      Eliminar
    4. Adam Sandler?

      Não é um cómico americano 😁 ?

      O que tem haver um cómico americano com o maior dos poetas portugueses???

      Valha-me Deus!

      Eliminar
  19. TODOS

    Podem continuar a comentar, que eu, de manhã darei resposta aos comentários libertados ou sob moderação que entretanto cheguem !

    Abraço a todos :)

    ResponderEliminar
  20. Quem é que ainda não leu:

    "Erros meus, má fortuna, amor ardente"

    ResponderEliminar
  21. Já descobri, Rui!!
    Nada melhor do que ter ido arejar para o meu cantinho
    com um pouco de humor e de erotismo um bocadinho...:))

    Trata-se do nosso Grande Luís Vaz de Camões.
    Aqui vai a prova:

    Erros meus, má Fortuna, Amor ardente
    Em minha perdição se conjuraram;
    Os erros e a Fortuna sobejaram,
    Que para mim bastava Amor somente.

    Tudo passei; mas tenho tão presente
    A grande dor das cousas que passaram,
    Que já as frequências suas me ensinaram
    A desejos deixar de ser contente.

    Errei todo o discurso de meus anos
    Dei causa a que a Fortuna castigasse
    As minhas mal fundadas esperanças.

    De Amor não vi senão breves enganos.
    Oh! Quem tanto pudesse, que fartasse
    Este meu duro Génio de vinganças!

    Beijinhos e bons sonhos, para ti e para mim, que vou já dormir descansadinha. :)

    ResponderEliminar
  22. Catarina

    CERTO, Catarina ! ... :)) ... Se quiseres, agora, (extra desafio) tenta saber porquê ! rsrsrs

    ResponderEliminar
  23. Janita

    BIIIINGOOO !!! ... Isso mesmo e com a prova completa ! :))
    Vê lá se não está tudo certinho !...eheheh
    Nada como um descansosinho desses ! :)

    ResponderEliminar
  24. ematejoca

    Claro que é pouco provável, se não impossível ! :)
    E quanto ao outro comentário, o que acontece é que tu estás "focada", mas para quem chega e lê poderá dar outra interpretação.
    Por esse motivo e por outro explícito, o comentário ficou retido ! :)

    ResponderEliminar
  25. Não me digas que é Camões!
    Não acredito!
    Kis :=}

    ResponderEliminar
  26. AvoGI

    eheheh... Ai não queres que diga ?... eheheh
    Pronto, eu não digo ! rsrsrs ... Mas e se for ?... como é que ficas a saber ?
    Vai buscar o "pedacinho" de onde julgas que escrevi o texto, comparas e tiras concluões ! eheheh

    ... mas não tenho paciência ! :))
    CLARO QUE SIM !!! eheheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes, à primeira vista parecia ele em pessoa, depois parecia o pessoa nas a Clarisse "inspector" bailava...
      Essa faceta dele não conhecia.
      Kis:=}

      Eliminar
    2. Má fortuna....(não me lembro do resto) amor ardente?

      Eliminar
  27. Só agora dei por ela/ele! :)
    Luís Vaz de Camões, sempre em busca do amor e do conserto do mundo!

    Abraço
    LM

    ResponderEliminar
  28. Prezado Amigo Rui Espírito Santo.
    Sei que a aula em curso está atrelada a literatura portuguesa, mas não consigo atinar as pesquisas no oráculo moderno para sejam profícuas.
    As frases melancólicas denotam muita tristeza e solidão é e um desabafo de alguém que padece de solidão.
    Sei que não é o caso, mas lembrei da nobilíssima escritora Clarice Lispector (1920-1997) e também do meu nobilíssimo patrício, o poeta Augusto dos Anjos (1884-1914).
    Resta o consolo de saber que, apesar de tirar zero, não ficarei com falta.
    Só pode ser praga da lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê.
    Que tristeza, tirei zero... Buaaaá...
    https://www.youtube.com/watch?v=evGJ_4zMpyg
    Caloroso abraço. Saudações reprovadas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não marco falta, claro, Professor, mas custa-me a acreditar que não reconheças aquele texto ! (?)... A Lis , já o descobriu ! :))
      Tenho a certeza que vais ficar admirado quando descobrires ! :)
      Ito vai estar até amanhã à noite ! Ainda tens tempo.

      Abraço

      Eliminar
  29. PS - Rui, publiquei um vídeo, no vagão do Expresso do Oriente da estadia - no ano passado - na cidade sergipana de Estância. Ao rever o vídeo cheguei a conclusão que tens razão, porque se não conhecesse o gajo, que enaltece o meu amado Imperador Dom Pedro II (1925-1891), diria que o exibido é Professor de História:
    https://www.youtube.com/watch?v=9fuB933VbDk
    Espero que consigas ouvir a fala de alguns estancianos que não aparecem no vídeo e consigas identificar o sotaque nordestino.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)... É mesmo uma lição de História, Professor ! :)...
      ...mas de facto não dá para entender a diferença de sotaque sergipiano !

      Eliminar
  30. Olá Rui
    Só agora cheguei.
    Vou pesquisar e tentar acertar.

    ResponderEliminar
  31. Será que quem se lastimou assim foi o nosso grande Camões?

    ResponderEliminar
  32. Oi Rui
    Bom dia de verão! aqui um friozinho muito bom!
    Estou pensando em Camões, que tem sonetos cheios de lamúrias infortúnios e dores da alma .Mas ainda não localizei e vc fala em prosa. Vou dar o palpite, ainda que com dúvidas.
    Um abraço grande

    ResponderEliminar
  33. LM

    Só agora deste por ela, sempre em busca do amor e do conserto do mundo e muito bem e muito atempo !Certamente que já o sabes há muitas décadas ! :)

    CERTÍSSIMO, Leo ! :)

    ResponderEliminar
  34. Manu

    Era um "queixinhas, Manuela ! :( ... rsrsrs Só ele ! :((

    BIIIINGOO ! :))

    ResponderEliminar
  35. LIS

    Lamúrias, infortúnios e dores de alma, não falataram, Lis
    Atenção que eu nunca falei em prosa ! :)) ...
    Disse que a minha prosa, "tanto poderá corresponder a um resumo de um livro como a um simples poema" .

    CERTÍSSIMO !!! :)) ... Mais uma vez o Brasil a brilhar ! :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Beleza Rui
      Quanto a pensar em'prosa' foi mesmo confusão minha, rs
      O bom é que fui certeira,de novo hehehe
      Um abraço

      Eliminar
  36. Tanta tristeza, tanta dor, fez-me parecer ser a n/ poetisa preferida Florbela Espanca. Será?
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por tudo isso, bem podia ser, Ju ! :( ... Mas não é ! :(
      Sabes bem quanto adoro os seus sonetos !!! :))
      A minha preferida, sim ! :)
      Beijinhos

      Eliminar
  37. Numa rápida pesquisa achei que também poderia ser o Mário Sá Carneiro. Será?
    O poema “Quase”, considerado uma de suas melhores produções, define bem sua crise de personalidade: “De tudo houve um começo... e tudo errou.../-Ai a dor de ser-quase, dor sem fim.../Eu falhei-me entre os mais, falhei em mim,/Asa que se elançou, mas não voou..
    Se não for fico nos "não acertantes"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Embora com boas justificações, não é, Ju ! :(
      ... mas olha que a verdade é que já muitos acertaram ! :))

      Eliminar
  38. Não faço ideia nenhuma...e sem força para pensar :)
    Vou esperar pelas soluções tive três dias de arromba, estou com os pés para cima e a cabeça para baixo!!! (e vazia)
    Bjs e muito divertimento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)) ... Os fins de semana para ti são ainda piores, não é ?... :))
      Isso é que foi fazer ginástica ! ... eheheh
      Tens até amanhã à noite ! :)
      Beijo

      Eliminar
  39. Prezado Amigo Rui Espírito Santo.
    Como pude ser tão parvo?
    Sou um lusófilo de meia tigela.
    Cá está a resposta:
    http://mais.uol.com.br/view/4armj0y7qe4j/os-lusiadas--luis-de-camoes-0402CC9A3366C8B94326?types=A&
    Daqui quatro horas posso ficar sob a égide de Morpheu sem ter a mácula de tirar zero na aula em curso da Escolinha do Professor Rui da Bica.
    Caloroso abraço. Saudações camoesianas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.
    https://www.youtube.com/watch?v=O7vkxjWRrNw

    ResponderEliminar
  40. Prof. Ms. João Paulo de Oliveira

    CERTO !!! ... mas devo fazer (e só agora, já o devia ter feito) uma chamada de atenção : eu tenho estado a considerar certa a menção ao autor, quando na realidade deveria aceitar apenas a parte da obra a que o texto diz respeito. Por isso dizia para apresentarem "provas" ! :)) ... mas agora já é tarde para isso.
    rsrsrs

    ResponderEliminar
  41. Prezado Amigo Rui Espírito Santo.
    Quase joguei a toalha, mas durante a sesta dominical sonhei que era degredado, no século XVI, numa nau lusitana, porque seduzi a filha de um fidalgo que morava na capital do reino distante além-mar e "voilá" descobri a resposta da aula em curso (Ufa, pensei que fosse tirar a nota zero)...
    Quando a nau estava a ver no horizonte a Ilha da Madeira soube que seria abandonado na Terra de Santa Cruz.
    Buaaaaá. Que triste sina...
    Max, traga meus sais centuplicado diluídos em lascas da árvore pau-brasil.
    https://www.youtube.com/watch?v=uDmZvo51Gjg
    Caloroso abraço. Saudações degredadas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca se deve desistir, amigo João Paulo ! rsrsrs
      Teria sido nesta Nau lusitana - A Nau Catrineta ?...

      https://www.youtube.com/watch?v=EDF9rEv9dbw

      Acima, acima gajeiro, acima ao topo real,
      vê se vês terras de Espanha, areias de Portugal !

      Será que vieste a encontrar por cá ?... :)))

      Eliminar
  42. A respostas (nome e soneto), está aqui - .citador.pt/poemas/erros-meus-ma-fortuna-amor-ardente-luis-vaz-de-camoes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem é que não tem na estante os SONETOS de LUIZ de CAMÕES???

      Eliminar
    2. Os nossos "padrões" de leitura poderão não ser bem coincidentes, Teresa, principalmente no que respeita a romances ! ... o que não quererá dizer que eu leia pouco ! :)... Acho até que leio demasiado ! :))
      Por acaso este e outros que tais lá estão ! :)

      Eliminar
  43. Antes de desistir (porque vou desistir mesmo) pergunto: Não estarás a falar de Camões?

    ResponderEliminar
  44. Pedro Coimbra

    Na mouche , Pedro ! ... Era assim que eu devia ter exigido a resposta !!!
    BIIIINGOOO :))

    Abraço

    ResponderEliminar
  45. JU

    Claro que não vais desistir ! rsrsrs... Aqui, ninguém desiste, Ju ! eheh
    É isso mesmo que eu já considero certo !!!
    Como disse acima, claro que o que deveria ter pretendido era que mostrassem as provas do trecho que se tratava, mas ficará para uma próxima ! :))

    ResponderEliminar
  46. Acho que eu também não acertava eheh

    XOXO
    http://diamonds-inthe-sky.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Daniela

      O desafio permanece em aberto ! ... Ainda podes tentar.
      Trata-se se um soneto. O seu autor é por demais conhecido.
      E qual é o 1º verso do soneto ? ...

      xoxo :))

      Eliminar
  47. ERROS MEUS, MÁ FORTUNA, AMOR ARDENTE. Será?
    Estás insaciável!!!

    ResponderEliminar
  48. JU

    eheheh... Insaciável, sim ! :)... O seu a seu dono e assim é que está bem ! rsrsrs
    Obrigado, querida Ju ! ... e desculpa esse complemento de trabalho ! ... CERTO !!!

    ResponderEliminar
  49. Olá =)
    Essa desgraceira toda é típica do Camões, mas as palavras não me parecem dele...

    Depois de uma pesquisa fugaz fico a aguardar para aprender ;)

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  50. Golimix

    Olá Lina Maria ! :)) ... Pois não têm, porque fui eu que as escrevi.
    Mas nota que eu digo isso mesmo (a vermelho) ... Então com quem terão a ver ?... E acertaste ! :)... mas agora sou mais exigem«nte : em que parte das sua obra e qual o primeiro verso ?!.
    rsrsrs Bjins ! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é que me esqueci de dizer de onde foram "arrancadas" essas palavras!!

      Só o nosso Camões errava e amava assim! Com um fervor e fogo ardente de dar dó ;)

      Bjix

      Eliminar
    2. :))... Não faz mal, Lina Maria. O mais importante era saber o autor ! :))

      Bjix Ruix, Linix ! :)

      Eliminar
  51. AvoGi

    Isso mesmo, Gi ! :))) ...Assim fica mais completo ! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aí velhinho querida do meu coração....tu matas-me
      Kis :=}

      Eliminar
  52. Respostas
    1. Olá Adélia !

      :))... Como está sem cartola ?... rsrsrs
      Beijinhos e Tudo de Bom para ti e para os teus !!!

      Eliminar
    2. Sim amigo, a cartola foi apenas naquela tarde, as outras continuam a ser ocupadas infelizmente por outras bandas.

      Beijinho com muito carinho.

      P.S. Lamento não poder participar nos teus desafios ☹

      Eliminar
  53. Embora tenha vários com o mesmo tema talvez seja:
    Erros meus, má fortuna, amor ardente...

    Abraço

    LM

    ResponderEliminar
  54. LM

    :) É esse mesmo, Leo ! ... Obrigado pela resposta extra :)

    ResponderEliminar
  55. Todos

    Por volta das 22:00 o post vai ser re-editado e libertados os comentários.

    ResponderEliminar
  56. Uma alma atormentada Rui ? pensei na Florbela Espanca :)
    é verdade que na poesia os sonetos são frequentemente um cortejo de desabafos :) porque falam à alma,
    abraço
    Angela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém mais que ela, com a alma atormentada, Angela.
      É verdade ! ... Mas este soneto não é dela ! :(
      Abraço

      Eliminar
  57. "Erros meus, má fortuna, amor ardente
    Em minha perdição se conjuraram;
    Os erros e a fortuna sobejaram,
    Que para mim bastava amor somente.

    Tudo passei; mas tenho tão presente
    A grande dor das cousas que passaram,
    Que as magoadas iras me ensinaram
    A não querer já nunca ser contente.

    Errei todo o discurso de meus anos;
    Dei causa [a] que a Fortuna castigasse
    As minhas mal fundadas esperanças.
    De amor não vi senão breves enganos.

    Oh! quem tanto pudesse, que fartasse
    Este meu duro génio de vinganças!

    Rui, ´pode ser este? porque nao percebi ,por distração que ficaria completo com o soneto_ então achei esse de ultima hora que encaixa 'aquela alma triste' rs
    Tem muitos!!
    abraço

    ResponderEliminar
  58. LIS

    PERFEITO ! ... É esse mesmo !!! :) ... Parabéns, Lis !

    ResponderEliminar
  59. TODOS

    OS COMENTÁRIOS FORAM LIBERTADOS E FEITA A RE-EDIÇÃO .
    CLARO QUE PODERÃO CONTINUAR A COMENTAR, AGORA COM OS COMENTÁRIOS LIVRES.

    UM GRANDE ABRAÇO E A MINHA GRATIDÃO A TODOS

    ResponderEliminar
  60. Prezado Amigo Rui Espírito Santo.
    A aula que terminou foi muito difícil.
    A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, disse que na aula vindoura tu podes planejar uma aula com um produto fabricado e muito procurado na cidade de Caldas de Rainha.
    Caloroso abraço. Saudações sugeridas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus,sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já há uns anos que não vou às Caldas, João Paulo !
      ... mas quem sabe ?... rsrsrs

      Eliminar
  61. Parabéns, Rui!!

    Tens um jeitão para escrever com romantismo, belos textos poéticos. Devias usar mais vezes este tipo de Desafios.
    Este texto está muitíssimo bom.:)

    Beijinhos e parabéns uma vez mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Janita.
      Gentileza tua ! rsrs ... O mérito é de Camões !
      Limitei-me a "trocar as voltas" aos seus versos !
      ... mas sim. Muito provavelmente sairão outros do género, não de Camões ! :))

      Beijinhos e mais uma vez obrigado ! :)

      Eliminar

  62. Ando aos poucos a tentar recuperar o que tenho perdido durante as últimas semanas, e descobri que perdi este interessante desafio literário sobre O nosso grande Camões.

    Está muito giro este teu formato de desafio, é tal como dizes ao estilo dos desafios musicais do Ricardo!
    Temos artistas!! :D

    Beijinhos e fica bem
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))... Que Bom, sentir-te mais livre para te ver por aqui ! :))
      Espero que te sintas, finalmente, com mais algum tempo para ti !

      Adorei este desafio, assim como estou a gostar do "Aniversários" e já estou a preparar outro que creio que vai ser o mais interessante ! :)

      É. Realmente a inspiração para isso veio da ideia do Ricardo ! ... Em vez de uma música, é um tema literário ! :))

      Beijinhos também para ti e fico feliz por estares a desfrutar de um "tipo de férias" que gostas ! :)

      Eliminar